quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Príncipe Lestat



Este foi um dos livros que tinha levado para as férias e nunca imaginei que iria demorar tanto a lê-lo.

E porquê?

Porque o livro é uma valente seca.

 Adorava a Anne Rice, já tinha lido muitos dos livros das crónicas dos vampiros (sim eu sei que é um assunto recorrente), li O Vampiro Lestat  1 e 2, A Rainha dos Malditos vol. 1 e vol. 2, A entrevista com o vampiro, etc. e tinha adorado todos.

O mês passado, passei por uma livraria e vi que havia um novo livro do Lestat  (o meu vampiro preferido) e não resisti.

Pois mas o livro além de grade é chato, só no último terço do livro é que comecei a gostar e claro que já não consegui ler todos os livros que tinha previsto.

Voltando à história, 

É o regresso das personagens que se tornaram eternas na imaginação e no coração dos leitores "Príncipe Lestat" é um romance épico, exuberante e ambicioso que reúne todos os mundos e seres das lendárias Crónicas do Vampiro.

Da atualidade ao antigo Egito, passando pela Cartago do século IV e pela Veneza renascentista, este romance apresenta criaturas fascinantes e anuncia sangue novo para saciar os leitores.

Neste livro, o mundo dos vampiros está em crise; em todo o mundo, a mando de uma Voz misteriosa, estes têm sido queimados e massacrados. Cabe então a Lestat e ao seu séquito de bebedores de sangue desvendar os segredos sobre quem é e o que quer a essa Voz.

Gi



quarta-feira, 14 de setembro de 2016

E estamos de volta

Estamos de volta, de volta ao trabalho, de volta à escola.

Foram 15 dias que passaram a correr, como sempre que nos estamos a divertir.

Logo no 1º fim de semana o M. fez anos, 10 anos.

Uma data importantíssima, e apesar de não estarmos em casa , quisemos que o seu dia de aniversário, fosse especial.

Fomos almoçar à Praia da Vieira, perto de Vieira de Leiria. Adoro a praia da Vieira.

Aproveitamos para dar uma vista de olhos à igreja que é muito original, por ter sido construída toda em madeira em 1973, no local onde existia uma pequena capela construída em alvenaria e que foi demolida para dar origem à atual igreja.




Depois do almoço, fizemos um pequeno lanche para o M. poder celebrar o seu aniversário, com os seus amigos das férias e teve direito a Pinãta e tudo.



Não imaginei que fosse tão difícil comprar uma pinãta, depois de percorrer inúmeras lojas de festas, consegui encontrar numa loja no Strada, Páteo das Festas.

Escusado será dizer que os miúdos adoraram e que destruíram a pinãta, em menos de um farol. Foi muito giro, ver os miúdos todos de rabo para o ar a apanhar todos os doces que de lá saíram.


Recebeu imensos presente, além de uma trotinete que adorou, recebeu bilhetes para ir ver o seu 1º concerto, concerto da Única Mulher no Campo Pequeno ( o que uma mãe faz pelo seu filho), roupa, brinquedos etc.



E por fim, ainda teve direito a uma pollparty.

Foi um dia muito bem passado.

Escusado será dizer que as férias só começaram mesmo na 2ª feira, porque organizar isto tudo, ainda me deixou mais cansada.

Gigi

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Férias



Não há nada a dizer, já perceberam tudo, vamos de férias  e estamos mesmo a precisar, eu, o Jota o M. a Matilda, o carro, tudo.

Nas últimas 3 semanas aconteceu-nos de tudo um pouco.

1º foi o meu querido maridinho que sem querer (e eu quero muito acreditar nisso), pisou-me e partiu-me o dedo pequenino do pé esquerdo.

Depois foi o micro-ondas que deu o berro final (verdade seja dita o micro-ondas já tinha 16 anos) e lá fomos nós adquirir um novo, todo pipoca.

Em seguida, tive de mandar vir o canalizador, o meu prédio foi mal construído e aparentemente não tem a devida inclinação nos canos da cozinha ( o que quer que isso signifique) o que origina entupimentos de vez em quando. 

Quando começo a perceber que os lava-loiças não estão a despejar com a velocidade normal, já sei o que se avizinha e desta vez, antecipando a tragédia, mandei vir desentupir.

Para finalizar foi o nosso maravilhoso automóvel que decidiu começar a dar solavancos. Lá chamamos a assistência em viagem e chegando à oficina, fomos informados que tínhamos de trocar uma válvula (não me perguntem o nome que eu não sei).

Julgo, que concordam comigo, que estamos mesmo precisar de nos por daqui para fora.

Portanto é pouco provável, que hajam notícias.

Voltarei em breve para vos contar tudinho.

Kiss Gi

(imagem retirada da Internet).

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

100% Hamburgueria Artesanal


Digamos que andamos num périplo a experimentar todo o tipo de hambúrgueres, não fosse um dos pratos que cá em casa mais gostamos.

Gostar é pouco, a verdade é que somos doidos por hambúrgueres.

No prato ou no pão, venham eles, com batas fritas às rodelas, ou em palitos, ou doces, com ketchup ou maionese, não somos esquisitos.

Conseguimos finalmente experimentar os Hambúrgueres 100% Artesanal, depois de várias tentativas sem sucesso, porque está sempre a abarrotar, Agosto revelou-se um excelente mês para conseguirmos uma mesinha.

Mas não foi fácil, era a última e infelizmente ficava entre a cozinha e a casa de banho (não que se sentisse qualquer tipo de odor indesejável), mas acabou por não ser muito confortável, pois é um local de constante passagem de clientes e funcionários.

O que menos gostei, foi da acústica do restaurante que a bem dizer é péssima. Com casa cheia, o barulho torna-se insuportável.



Quanto aos hamburgueres propriamente ditos, gostei. A maionese é bastante boa (sim a maionese é uma coisa muito importante para mim) e a carne é saborosa.

Pena que o hambúrguer do Jota deveria ter pimentos verdes e vermelhos, mas só tinha  de uma qualidade (oportunidade de melhoria) e as bebidas que acompanham o menu infantil também são muito fraquinhas.

Quanto às sobremesas, são deliciosas, mas em versão gormet ou seja, por outras palavras, têm uma apresentação do caraças, mas são mínimas.

De um modo geral, apresentam os pratos com uma boa relação qualidade/preço.

Gi


quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Nós fomos ajudar

Com todos os incêndios têm estado a dizimar   Portugal nas últimas semanas, muitos quartéis de bombeiros, solicitaram a ajuda da população.

Nós não podíamos ficar indiferentes.

Procurei on line quais eram as principais necessidades e o que é que os nossos bombeiros mais precisavam quando estão longe a combater os fogos.

A lista não é grande, de água a fruta fresca, passando por sumos e barras energética.


Fomos ao Continente e compramos umas coisinhas para apoiar os Bombeiros de Alverca, que tem estado a ajudar a apagar fogos por todo o país.

Com entusiasmamos esqueci-me de tirar foto do acontecimento, mas os bombeiros tiraram e colocaram no Facebook.



Acho muito importante ajudarmos as nossas corporações de bombeiros, mas ainda acho mais importante transmitirmos aos nossos filhos a importância de ajudarmos os outros. Por isso o M. foi connosco e participou em todo o processo, desde a compra das coisas até à entrega.

No final ele ainda recebeu um beijinho de uma bombeira.

Gi

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Baby Shower



Este fim de semana foi o Baby Shower da minha sobrinha Alícia.

Foi o 1º Baby Shower em que participei e apesar de não ser uma tradição portuguesa, achei muito giro.

Estava tudo muito bem organizado, com muito bom gosto ( as amigas da minha irmã estão de parabéns), até tinha um Dress Code, que quase toda a gente cumpriu.

Foi muito divertido, os jogos que organizaram, fizeram toda a gente participar e claro havia muita comida e muita bebida, ou não fosse uma festa portuguesa.


E com isto tudo a bebé está quase a nascer e eu estou deserta para a conhecer.

Gi

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Home made Ice tea



Têm estado uns dias muito quentes com temperaturas acima dos 35ºC.

Neste dias a Direção Geral da Saúde, recomenda que bebamos muita água e nos mantenhamos ao fresco.

Pois, mas eu tenho muita dificuldade em beber água. Sim, eu sei que é esquisito, mas água, não é a minha bebida preferida, nem está no meu top 5.

Então, obrigo.me a bebe-la, mas com muita dificuldade.

Como adoro chá e adoro limonadas, criei, este mix que vos posso dizer que além de muito agradável, também é muito refrescante:

Vão precisar:

2 saquetas de chá verde e limão
1 lima
6 morangos congelados
água
gelo

E depois é super fácil, colocam a água a ferver, e despejam num jarro com as saquetas do chá. Quando já tiver arrefecido, acrescentam o sumo de uma lima e as duas metades da lima depois, de espremidas.
Acrescentam gelo e os morangos congelados, e depois é só por no frigorífico e já está.
Podem adoçar com açúcar, adoçante, mel ou só com uns paus de canela.

Desta vez eu usei mesmo açúcar, porque estava com a tensão muito baixa, mas fica ao vosso critério.

Eu gosto imenso de chá verde, mas tem de ser com limão e uso sempre este.



Experimentem e partilhem a vossa opinião.
Gi