sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Boas Festas - Rosa Esperança


Desejo a todos os visitantes deste blog, um Feliz Natal com muita saúde e na presença daqueles que amam.

Gigi
Cartaz getilmente "cedido" por Rosa Essperança

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

2 Anos - Remissão completa





Celebro, hoje, 2 anos, após transplante de medula, em remissão complecta.
Nem nas Tacs, nem na PET há qualquer vestígio da doença.
Celebro mais 2 anos de vida com muitos projectos realizados e com muitos por realizar.
2 Anos com altos e baixos, mas com um saldo mega positivo.
E com quem mais podería celebrar este dia, sem ser com todos vocês, que me acompanham nesta aventura desde 2007?
Obrigada
Gigi


Antes e depois. De patinho feio a cisne.









segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

E a 4 dias do Natal...



Uma das minhas músicas preferidas de natal e agora que só faltam 4 dias é tempo de arrebitar o espírito da coisa.

Gigi

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Linfoma: fármaco da Seattle Genetics leva à remissão de um terço dos doentes




Um ensaio piloto com um anticorpo oncológico experimental da Seattle Genetics para o tratamento do linfoma de Hodgkin revelou que mais de um terço dos doentes alcançaram a remissão completa da doença, avança a agência Reuters.

A companhia também disse que espera pedir a aprovação do fármaco brentuximab vedotin à FDA (Food & Drug Administration), no primeiro trimestre do próximo ano, para os pacientes com linfoma de Hodgkin ou linfoma anaplásico de grandes células (ALCL), que deixaram de responder a outras terapias.

"O nosso objectivo seria submeter o fármaco, no primeiro trimestre, ter uma revisão acelerada e estar no mercado em 2011," disse o CEO da Seattle Genetics Clay Siegall.

O estudo não comparou o brentuximab vedotin com outro medicamento, mas a taxa de remissão completa entre pacientes com casos semelhantes tende a ser de apenas um dígito, acrescentou.

A empresa está a desenvolver o fármaco com a Takeda Pharmaceutical do Japão, que está a discutir com os reguladores europeus uma possível aprovação no primeiro semestre de 2011.

A Seattle Genetics tinha dito, em Setembro, que 75% dos 102 pacientes do ensaio alcançaram a remissão ou uma diminuição do tumor em pelo menos 50%. O estudo envolveu pacientes que tinham deixado de responder ao tratamento padrão para o cancro linfático.

Os resultados completos – apresentados na reunião anual da Sociedade Americana de Hematologia, em Orlando, na Florida – incluíram algum tipo de redução do tumor em 94%dos pacientes.

Os doentes do estudo responderam ao fármaco durante uma mediana de 29 semanas, de acordo com uma revisão independente. Entre aqueles que atingiram a remissão, a duração mediana da resposta ainda não tinha sido alcançada no acompanhamento médio de cerca de um ano.

A Seattle Genetics disse que os efeitos secundários graves observados no estudo incluíram neutropenia, ou níveis baixos de glóbulos brancos (20% dos pacientes), neuropatia sensorial periférica (8%), baixa contagem de plaquetas (8%) e anemia (6%).

Informação retirada do Portal Oncológico Português, para mais informações clicar aqui http://www.pop.eu.com/news/3707/5/Linfoma-farmaco-da-Seattle-Genetics-leva-a-remissao-de-um-terco-dos-doentes.html.

Gigi

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O Rastro do Jaguar




Estamos no virar do século XIX em Congonhas do Campo. Pereira, um antigo jornalista de origem portuguesa, revisita as suas memórias, que percorrem todo o conturbado período da segunda metade do século. Através do relato da sua viagem, Pereira, que deixara Paris com o seu grande amigo e companheiro Pierre, leva-nos a conhecer o Brasil em guerra com o vizinho Paraguai, no período mais decisivo da sua história. Uma guerra sangrenta que o Brasil trava ao lado da Argentina e do Uruguai e que, para Pereira e Pierre, será o momento decisivo das suas vidas. É também a guerra pelo espaço vital das populações índias que, humilhadas pela acomodação forçada às regras e vivências dos colonos, tentam recuperar a sua Terra Mítica onde o Mal não existe. É ainda a guerra travada por Pierre para se definir a si mesmo: índio, como o seu povo, ou europeu, tal como foi criado? Levado em criança por Auguste de Saint’ Hillaire do Brasil para França, descobre, já adulto, nas feições de dois índios presos, a chave para as suas raízes nunca explicadas. Raízes que vai encontrar nesse cruzamento do Rio da Prata onde brasileiros e paraguaios morrem aos milhares e os índios guarani lutam por uma terra onde possam de novo viver livres e em paz. Da França à Argentina, do Brasil ao Paraguai, do sertão nordestino aos planaltos do Sul do Brasil, Pereira relata-nos de uma forma empolgante e quase cinematográfica as grandes transformações que definiram a América do Sul. Pelo caminho, encontra o amor perfeito e Pierre a pátria a que junto dos seus pode chamar sua.

Baseado em factos verídicos e personagens reais, "O Rastro do Jaguar" é um fresco dos intensos choques culturais e sociais que marcaram o século XIX e a relação dos europeus com as suas antigas colónias agora independentes.

Um livro que no início estava a ser tão giro e depois se tornou uma verdadeira seca. O autor às páginas tantas perde-se totalmente. Não gostei e ainda por cima é pesado.

Gigi

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Inodia



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Olá

Hoje deixo-vos um e-mail que recebi à dias da Inodia e que me pareceu bastante interessante. Ainda não adquiri qualquer produto, visto que neste momento, felizmente não preciso, mas pareceu-me um produto que poderá fazer falta a pessoas que estejam agora a travar a sua luta.

A INODIA, Diagnóstica e Médica, Lda. representa em exclusividade para Portugal a CHRISTINE, empresa Dinamarquesa especializada no desenvolvimento de lenços e chapéus para doentes oncológicos, os quais são desenvolvidos em parceria com Instituto Oncológico Dinamarquês, instituição que apoiam.

Os lenços/chapéus são elaborados com uma enorme preocupação em respeitar a feminilidade da mulher, com o objectivo de apoiar as mulheres a ultrapassar uma fase difícil da sua vida, contribuindo para um aumento da sua auto-estima.
Adicionalmente, na elaboração dos lenços/chapéus são utilizados materiais:
· 100% naturais (algodão, linho, lã e seda);
· Hipoalergénicos:
· Leves e Suaves;
· Permitem a Respiração da Pele;
· Adequados para Peles Sensíveis;
· Extremamente Confortáveis.

A INODIA estabeleceu um protocolo com várias Associações oncológicas, podendo os lenços da Christine serem adquiridos nas referidas Associações:
- Associação Oncológica do Algarve
- AMPM - Associação de Mulheres com Patologia Mamária (Barreiro)
- Amigas do Peito – (Lisboa)
- Movimento Vencer Viver (Núcleo Regional do Sul)

A INODIA estabeleceu ainda um protocolo com a APAMCM – Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama.

Em alternativa podem ser adquiridos nas nossas instalações (Lisboa) ou enviados à cobrança ao destinatário.

Vimos por este meio, solicitar e agradecer a divulgação no blog Quimio Gigi, pois acreditamos que os produtos Christine poderão ser uma ajuda importante numa fase complicada da vida de uma mulher.


Qualquer coisa é só clicar aqui. http://www.inodia.pt/home.html
Beijiocas
Gigi

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Movimento Partilha no Portal Oncológico Português






.
.
.
.
Pacientes criam movimento de partilha de experiências


A falta de apoio psicológico na área oncológica uniu Manuela Matias e Lígia Veiga, duas doentes oncológicas a quem foi diagnosticado cancro da mama e linfoma, respectivamente. Juntaram-se e criaram o ‘Movimento Partilha’, uma valência do Projecto Luz – Associação Portuguesa de Apoio a Doentes Oncológicos, noticia o Correio da Manhã (CM).


"O tratamento do cancro em Portugal é muito sofisticado. Mas na maioria dos hospitais não há grupos de apoio, psicólogos ou psiquiatras para acompanhar os doentes", lamentam.


Sob o lema "juntos acreditamos porque sozinho é mais difícil", este movimento pretende ser uma "plataforma de encontro" entre uma pessoa em remissão – que está com a doença controlada (padrinho) – e outra que esteja a viver a doença (afilhado). "Não queremos substituir o apoio dos especialistas, mas partilhar pequenas orientações para esclarecer dúvidas e angústias", dizem.


Ajuda gratuita, sem imposições horárias ou barreiras geográficas são as vantagens deste movimento. Com dois meses de vida, a iniciativa conta já com cinco afilhados e dez padrinhos.

http://www.pop.eu.com/news/3659/26/Pacientes-criam-movimento-de-partilha-de-experiencias.html%20

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Movimento Partilha no Correio da Manhã











É já no domingo que será publicada a entrevista que o Movimento Partilha deu ao Correio da Manhã, na passada segunda-feira.

É uma grande oportunidade de dar a conhecer este nova valência que o Projecto Luz está a desenvolver.
A não perder.
Gigi

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Bom fim-de-semana



E finalmente chegámos ao fim-de-semana, esta semana foi dificil, muito trabalho, mas parece que os primeiros frutos estão aparecer.

O Movimento Partilha está a ser um sucesso e o Projecto Luz está a acompanhar mais pessoas.

E não se esqueçam que Sózinho é mais dificil.

Beijocas Gigi

terça-feira, 23 de novembro de 2010

POP - Portal de Oncologia Português II




O Portal de Oncologia Português, disponível desde 18 de Junho de 2009, pretende ser um espaço com informação correcta e actualizada sobret tipos de cancro, prevenção, diagnósticos e tratamentos.

O portal dirige-se a doentes e profissionais, e também à comunidade em geral e à comunicação social.

"Vamos tentar preencher um espaço que acreditamos que existe na sociedade portuguesa de informação correcta, actualizada e preparada por profissionais de saúde. Muitos sites sobre oncologia são estáticos ou apenas dirigidos a um daqueles vectores", disse o coordenador do conselho científico do projecto, o médico Mário Bernardo, acrescentando que "os aliados preferenciais da luta contra o cancro são o medo, a ignorância e a negligência. A forma de lutar contra eles é através da informação. A técnica da avestruz tem de ser para sempre banida da sociedade portuguesa".


A verdade é que só a semana passada é que o descobri e achei que deveria fazer aqui uma chamada de atenção para o mesmo, pois têm um conjunto de informações, bastante uteis.
Para saber mais é só clicar em http://www.pop.eu.com/

Beijocas.
Gigi

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

POP - Portal de Oncologia Português

Não costumo postar notícias sobre o desenvolvimento de medicamentos e estudos de combate ao cancro, mas este merece destaque neste blog. A todos aqueles que como eu, não tiveram a sorte de entrar em remissão após quimio de 1º linha e que tenham feito transplante e que continuam com o fantasma de voltar a ficar doente, aqui fica uma nova esperança.


Fármaco consegue remissão parcial ou completa do linfoma de Hodgkin

Um anticorpo, acoplado com um agente anti-tumoral, foi capaz de produzir remissão completa ou parcial em 38% dos pacientes com linfoma de Hodgkin reincidente ou resistente à terapia, revela um estudo publicado no New England Journal de Medicine, citado pelo portal de saúde Alert Online.


"Esse nível de resposta de um fármaco é impressionante para um ensaio de fase I", disse, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Anas Younes, da Universidade do Texas, EUA, acrescentando que “estes resultados encorajadores estão a ser confirmados num grande ensaio clínico de fase II, cujos resultados deverão ser publicados até ao final deste ano".


O brentuximab vedotin (SGN-35), o fármaco usado no estudo clínico, consiste num anticorpo que tem como alvo uma proteína da superfície celular, CD30, associada a uma substância que bloqueia uma classe de proteínas cruciais para a divisão celular. A CD30 é expressa no linfoma de Hodgkin e no linfoma anaplásico de grandes células.


Para o estudo, participaram 45 pacientes: 42 com linfoma de Hodgkin, dois com linfoma anaplásico de grandes células e um com linfoma de células T angio-imunoblástico. Todos tinham sido submetidos, em média, a três fases de quimioterapia e 73% tinham recebido transplante de células estaminais do sangue. Os investigadores determinaram a dose máxima tolerada por via intravenosa de 1,8 mg por quilo de peso a cada três semanas. Os efeitos secundários com essa dose foram principalmente febre, náuseas, diarreia, baixa contagem de glóbulos brancos e neuropatia periférica.


Enorme potencial na sobrevida


Há 30 anos que não se identificava um novo medicamento contra Hodgkin, apontou o cientista, sublinhando que "o potencial impacto sobre os anos de vida é enorme, dado que a esperança média de vida para esta doença é de 32 anos".


Cerca de 80% de todos os pacientes com linfoma de Hodgkin atingem a remissão a longo prazo com quimioterapia padrão, que pode incluir também radioterapia. Contudo, para aqueles que não obtêm sucesso com o tratamento de primeira linha, especialmente aqueles cuja doença reincide após transplante de células estaminais autólogas, o prognóstico permanece fraco.

Para mais informações clicar em http://www.pop.eu.com/news/3491/5/Farmaco-consegue-remissao-parcial-ou-completa-do-linfoma-de-Hodgkin.html


São muito boas notícias.
Gigi

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pontos de Venda do Vinho Rosa Esperança


Pontos de venda do Vinho Rosa Esperança:


Lisboa - Living Wine - Centro Comercial Roma - loja 46 - Av. de Roma 48 B - 911083976


Torres Vedras - Garrafeira S. Pedro - R. Almirante Gago Coutinho nº 9 - 261322916



Ficha técnica do Vinho

CASTA – Cabernet Sauvignon e Castelão
ÉPOCA DE COLHEITA – Finais de Setembro.
ORIGEM – Vinhas situadas em Fernando Pó, zona privilegiada do concelho de Palmela.
SOLO – Podzolizado de areias e arenitos.
CLIMA – Mediterrânico-continental.
VINIFICAÇÃO – Fermentação em cubas-lagares de inox com temperatura controlada, e maceração pelicular prolongada. Estágio de 8 meses em meias pipas de carvalho Americano e francês.
PERÍODO MÁXIMO DE GUARDA – Aconselham-se 8 anos.
NOTA DE PROVA – Vinho de cor granada/ruby, concentrado. Aroma bem conjugado com a madeira, confitado, rico em frutos vermelhos muito maduros, típicos do Castelão, com algumas notas de especiaria e de pimento típicas da casta Cabernet Sauvignon, Na boca é muito cheio, aveludado com taninos presentes muito bem integrados. Final longo, agradável e persistente.
TEOR ALCOÓLICO – 14,5 %.
ACIDEZ TOTAL – 5,62 g ácido tartárico/dm3
PH – 3,54
AÇÚCAR RESIDUAL – 2,9 g/dm3
TEMPERATURA DE CONSUMO – 16-18º.
ENÓLOGO – Eng.º Jaime Quendera.

beijinhos e boas compras
Gigi

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Gigi na TV no dia em que faz 33 anos.


Hoje está a ser um dia fantástico, além de fazer 33 anos, conseguimos finalmente ir à tv apresentar o nosso projecto - Movimento Partilha., Juntos Acreditamos.
Mais logo coloco aqui os link e os filmes todos.
Agora só passei para dizer olá e até já.

domingo, 14 de novembro de 2010

Apresentação Oficial do Movimento Partilha


.
.
.
.
.
Apresentação oficial do Movimento Partilha, terça-feira, dia 16/Nov., no programa Edição da manhã, na SIC Notícias, às 9h20m.
.
Venham conhecer-nos.
.
Gigi

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Movimeto Partilha - Juntos acreditamos



O que é?

O Movimento Partilha inspira-se no modelo de intervenção social, possibilitando a ligação entre doentes oncológicos em remissão e doentes activos.

É um movimento da sociedade civil, que não se confina a espaços físicos nem a horas marcadas. Pretende ser uma plataforma que junta pessoas, possibilitando assim ajudá-las, beneficiando da experiência e dos recursos do Projecto Luz - Associação Portuguesa de Apoio a Doentes Oncológicos.

Perfil do Padrinho

Os “Padrinhos” são doentes em remissão que estão disponíveis para apoiar, orientar, conversar e dar esperança a novos doentes com a mesma patologia. Poderão falar das suas lutas e das suas vitórias, partilhando aquilo que é o elo de ligação entre os dois: a experiência de passar por uma doença desta natureza.

Não se trata de um substituto das orientações médicas ou psicológicas dos profissionais. O objectivo é dar apoio ao doente oncológico, ser um ombro amigo e dar esperança, projectando um caso de sucesso.

Perfil do Afilhado

Os “Afilhados” são doentes oncológicos com a doença activa. Beneficiam da experiência do Padrinho, colocando dúvidas e partilhando experiências, sabendo que existe quem tenha algumas das respostas aos momentos mais angustiantes pelos quais passa e que está sempre disponível para ouvir.

Como me posso tornar Padrinho? E Afilhado?

Basta contactar-nos e identificar-se como potencial Padrinho ou Afilhado, indicando a sua doença oncológica e a zona de residência.

Os Padrinhos serão sujeitos a uma entrevista com um psicólogo voluntário do Projecto Luz, sendo feita uma avaliação do seu perfil, garantindo assim que estão cientes do seu papel e do tipo de intervenção que se pretende junto do afilhado.

Por fim, é proposto um encontro entre potenciais Padrinhos & Afilhados, que deverão ser pessoas que partilham a mesma patologia e, preferencialmente, vivem na mesma zona geográfica.

Depois deste primeiro encontro, cabe a ambas as partes decidir se querem avançar com esta ligação. Ou, caso não tenha havido empatia, recomeçar o processo.


A nossa certeza é de que é muito mais difícil fazer esta travessia sozinho.
Estamos aqui para ajudar.

Projecto Luz - Associação Portuguesa de Apoio a Doentes Oncológicos
+351 96 477 57 57 projluz@gmail.com www.projectoluz.com

domingo, 7 de novembro de 2010

Rosa Esperança no Só Visto


A apresentação do vinho Rosa Esperança no Bairro Alto Hotel foi tema de uma reportagem que passou no programa Só Visto!

Vejam! E brindem! Com um bom copo de Rosa Esperança!



É só clicar - http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=17589&c_id=1&dif=tv&idpod=47012

Gigi

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

E agora nas Caldas da Rainha

A não perder, dia 6 no Grande Auditário do CCC às 21h30m. Vale mesmo a pena, porque o melhor ainda está para vir.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

3 anos de casados - Bodas de Neve




Faz hoje 3 anos que nos casamos, foi um dos dias mais felizes da minha vida.


Esta foto foi tirada em plena lua-de-mel em Porto Seguro, ai que saudades.


Gigi

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Muito glamour na apresentação do vinho Rosa Esperança


Por agora só tenho esta foto, mas no sábado foi assim.

Muitos amigos e muito glamour, na apresentação do Vinho Rosa Esperança, no Bairro Alto Hotel.

Touxemos 3 garrafas, vamos ver quanto tempo demoramos a deita-las a baixo.

Beijocas
Gigi

Muito obrigada ao fotógrafo.


sábado, 30 de outubro de 2010

Rosa Esperança na Visão




Lançamento do Vinho Rosa Esperança contra o cancro da mama
Hoje dia 30 Outubro 2010


Iniciativa do projecto “Rosa Esperança” tem como objectivo chamar a atenção para a luta contra o cancro da mama. Este vinho tinto é produzido na Península de Setúbal a partir das castas Cabernet Sauvignon e Castelão e foi oferecido pela Casa Ermelinda Freitas a esta causaOrganização: Companhia de Teatro “Quem Não Tem Cão” e Movimento “Rosa Esperança – Projecto Mulheres e o Cancro da Mama”


Local: Bairro Alto Hotel, em Lisboa
Hora: 18:00


O vinho custa 10€ e pode ser encomendado através do E-mail: rui.germano@sapo.pt

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Parabéns....Matildinha



.
.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
Hoje esta bebé faz 4 anos e faz 4 anos que veio virar a nossa vida de pernas para o ar.
.
Mas ainda bem.

Fazes parte da nossa família e gostamos muito de ti.

Gi

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Campanha Mundial de Consciencialização sobre Linfomas


.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Aqui está mais um exemplo de uma campanha bem feita, campanha levada a cabo pela ABRALE - Associação Brasileira de Linfomas e Leicemias. http://www.abrale.org.br/

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Um blog muito interessante

Caros amigos,

hoje trago-vos a informação de um blog muito bom que encontrei, é um blog Brasileiro de um médico hematologista e que fala de todas as doenças hematológicas.

É um excelente blog de consulta.


http://hemo-blog.blogspot.com/

beijitos Gigi

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Outubro - Mês da Luta contra o Cancro da mama II

Outubro - Mês da luta contra O CANCRO DA MAMA! Copia esta frase e imagem e coloca-a no teu Blog e/ou perfil durante uma semana no mês de outubro. TODOS JUNTOS NUNCA SEREMOS DEMAIS A LUTAR POR ESTA CAUSA!



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Gigi

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Apresentação do Vinho Rosa Esperança









.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
É com muita alegria e orgulho que anuncio, a todos os amigos, a apresentação do Vinho Rosa Esperança, no próximo dia 30 de Outubro - dia que assinala a luta contra o cancro da mama - pelas 18.00h, no Bairro Alto Hotel.

Este sonho, tornado realidade, só é possível graças à boa vontade de parceiros e patrocinadores que desde logo perceberam a importância e pertinência deste projecto e se associaram ao Rosa Esperança nesta luta. Um agradecimento especial à Casa Ermelinda Freitas na pessoa da Exma. Srª Drª Leonor Freitas, ao Bairro Alto Hotel e ao designer do rótulo Paal Myhre.


A não perder.
Gi

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Exposição de Fotografia Rosa Esperança



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Bora lá todos ver esta exposição.
Está patente até 6/Nov. no piso 2 do Hospital de Sta. Maria.
Beijocas.
Gigi

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Lenços e chapéus






Hoje trago-vos o endereço de uma loja no ebay que vende lenços e toucas absolutamente maravilhosas e que descobri no Blog da Claúdia, soubesse eu disto quando estive sem cabelo e poderia ter vivido esse período de forma mais feliz.






.
.
.
.
.
.
.
.
Beijocas
Gigi

domingo, 10 de outubro de 2010

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Laboratórios podem salvar a fertilidade em casos de cancro

Sociedade Portuguesa de Medicina de Reprodução quer laboratórios para preservação da fertilidade de mulheres com doenças oncológicas

Há médicos que ainda não alertam os pacientes para os riscos de infertilidade após tratamentos oncológicos e há falta de estruturas no Serviço Nacional de Saúde para responder às vítimas de doenças oncológicas que queiram assegurar a possibilidade de ser pais e mães no futuro. É com base nestas falhas que a Sociedade Portuguesa de Medicina de Reprodução (SPMR) defende a criação de laboratórios para preservação da fertilidade de quem é sujeito a tratamentos que podem conduzir à destruição das células reprodutoras.

"A criação de um ou dois laboratórios permitiria desenvolver mais e melhores técnicas de preservação das células e ajudar pessoas que têm uma doença grave, eventualmente maligna, cujo tratamento compromete o seu futuro reprodutor", explica o presidente da SPMR, Carlos Calhaz Jorge. "As células femininas já são congeláveis e existe uma série de outras técnicas. É necessário é haver uma estrutura para responder a curtíssimo prazo. É preciso que os médicos saibam para onde enviar os seus pacientes, em vez de serem os doentes a baterem de porta em porta", acrescenta.

A sugestão já foi "aflorada" com o Ministério da Saúde e, hoje, no Congresso Português de Medicina de Reprodução, em Lisboa, Calhaz Jorge vai voltar a focar o problema. "Tento convencer o ministério de que essa estrutura é inevitável numa altura em que tantas pessoas sobrevivem a doenças malignas. Seria um passo importante para o tratamento integral de doenças já de si muito agressivas", defende o responsável pela unidade de Medicina de Reprodução do Santa Maria.

Mário Sousa, especialista em Medicina de Reprodução do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, ainda conhece casos de pacientes que só na véspera de iniciarem os tratamentos oncológicos são alertados para o risco de esterilidade. O especialista garante andar "há anos a lutar nos hospitais e nos IPOS" para que sejam tomadas medidas para que pacientes em idade fértil possam preservar o seu esperma ou ovócitos. "O diagnóstico é feito meses antes do tratamento. Não há razão para que estas medidas de preservação da fertilidade não sejam logo tomadas", acusa o especialista.

Nos homens adultos, pode optar-se pelo congelamento de esperma, pois o sémen não transporta as células cancerígenas. No caso de rapazes em fase pré--puberdade, é possível a criopreservação do tecido testicular.

Embora as técnicas de preservação da fertilidade das mulheres sejam mais complexas, a criopreservação dos óvulos ou de parte do tecido ovárico pode ser eficaz em mulheres e adolescentes em idade fértil que enfrentem cancro da mama, leucemia ou linfomas, desde que seja feita antes do início dos tratamentos de quimioterapia e radioterapia.

As taxas de sucesso destes métodos são menores no sexo feminino e em pessoas com idade superior a 35 anos. O médico e investigador Daniel Serrão acredita que a menor incidência dessas doenças malignas em mulheres em idade fértil - só 3% dos cancros da mama, por exemplo, afectam mulheres com menos de 35 - tem levado ao adiamento de uma solução para o problema. "Era preciso haver casos que justificassem o investimento. Infelizmente os números mandam."

Ora, foi exactamente isto que me aconteceu, quando me lembrei disto já tinha 4 ciclos de quimio a correr nas minhas veias.
Gigi

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Vacina da Gripe



Olá,

acabei de levar a vacina da gripe.

Espero que o meu sistema imunitário se comporte direitinho. A minha médica tem dúvidas sobre a eficiência da vacina com o seu sistema imunitário debilitado, mas pelo sim, pelo não, mandou-me tomar.

E agora, vamos lá ver o que acontece.

Beijocas.
Gigi

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Sessões informativas no anfiteatro do IPO- Lisboa


E finalmente o Núcleo de Oncologia Psicossocial, vai organizar uma sessão informativa, para doentes, familiares e amigos sobre Leucemias e Linfomas.
Já houve outras sessões sobre outros tipos de cancro, mas eu aguardava que houvesse esta, que claro a mim me interessa e muito.
É na próxima 4ª feira, dia 29/Set, às 18h. no anfiteatro do IPO de Lisboa a entrada é livre.
Eu vou, pois claro está, por todos motivos e mais alguns, até porque todas as oradoras são ou foram minhas médicas.
Quem quiser aparecer por lá, será muito bem vindo.
A não perder.
Gigi

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Mia Couto, foi connosco de férias.....






Um Rio Chamado Tempo, Uma Casa Chamada Terra

Um jovem estudante universitário regressa à sua ilha-natal para participar no funeral de seu avô Mariano. Enquanto aguarda pela cerimónia ele é testemunha de estranhas visitações na forma de pessoas e de cartas que lhe chegam do outro lado do mundo.

São revelações de um universo dominado por uma espiritualidade que ele vai reaprendendo. À medida que se apercebe desse universo frágil e ameaçado, ele redescobre uma outra história para a sua própria vida e para a da sua terra.
A pretexto do relato das extraordinárias peripécias que rodeiam o funeral, este novo romance de Mia Couto traduz, de uma forma a um tempo irónica e profundamente poética, a situação de conflito vivida por uma elite ambiciosa e culturalmente distanciada da maioria rural.

Uma vez mais, a escrita de Mia Couto leva-nos para uma zona de fronteira entre diferentes racionalidades, onde percepções diversas do mundo se confrontam, dando conta do mosaico de culturas que é o seu país e das mudanças profundas que atravessam a sociedade moçambicana actual.

Gostei muito. Vale a pena decobrir personagens como Ultímio, Miserinha e Mariavisolha. Enquanto folheava aquelas páginas somos transportados totalmente para Africa e ficamos maravilhados com aquelas istórias, cheiros etc. A não perder.



Pensageiro Frequente


Senhores passageiros, apertem o cinto. A viagem vai começar. Mia Couto está de volta com «Pensageiro Frequente» (Caminho), um livro que reúne 26 contos e crónicas que escreveu para a revista «Índico», das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM). São textos breves que convidam a conhecer um país caracterizado pelas suas gentes, cheiros, cultura e biodiversidade e onde são desmistificadas algumas das ideias que se tem deste imenso país que é Moçambique. Uma viagem de sonho em formato de quase bolso.
Mia Couto, tal como um piloto de cabine apaixonado, leva o «passageiro» a conhecer o seu país natal. Ao longo de 802 mil km², conduz-nos numa visita guiada pela Beira, Tete, Maputo (ex-Lourenço Marques) e os seu bairros como a Mafalala, a Malanga, o Xipamanine e Malhangalene, o Bilene e a sua praia – que descreve como a combinação perfeita entre um litoral aberto e de ondas directas e uma lagoa interior, de dinâmica tranquila e tranquilizante - , Gaza e Sofala, o Parque da Gorongosa, Nampula, Niassa, Manica, entre tantas outras paragens de Norte a Sul.


Muito diferente do outro, mas também muito agradável de se ler.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Voltámos

Pois é, voltámos, mas mais cedo do o que o que estava previsto, porque aqui a Gigi, esqueceu-se de uma regra básica e ficou doente.

Depois do transplante de medula, fiquei muito mais sensível que a maioria das pessoa, porque o meu sistema imunitário ainda está abalado.

Quando logo nos primeiros dias, disse que estava com os pés de molho, era mesmo só os pés que lá devia ter deixado, mas o tempo foi melhorando e a temperatura da água estava fantástica e não consegui resistir e pimba, atirei-me toda lá para dentro.

A praia para onde vamos não tem bandeira azul, mas o relatório das análises afixado dizia que a água estava boa para banhos. Pois mas deve estar boa, para a maioria das pessoas, mas não para mim.

Resultado apanhei uma conjutivite, uma infecção urinária e apareceu-me uma data de borbulhas na barriga.

Não costumo esquecer-me de algumas regras básicas, como não me banhar em sítios em que a água não seja analisada ou em piscinas em que não tenha confiança, mas mesmo assim desta vez, os meus cuidados não foram suficientes.

Hoje fui ao IPO e lá estou eu outra vez a tomar antibiótico. Para a próxima já sei.....só os pés.
Gigi

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Continuamos no paraíso.....


.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Só passei para dizer que estamos em altas, continuamos a curtir milhões.
Amanhã vamos conquistar Aljubarrota.
Beijocas e até breve.
Gigi

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

sábado, 4 de setembro de 2010

Campanha da Liga Portuguesa Contra o Cancro


Estes são dois dos cartazes da última campanha da Liga Portuguesa Contra o Cancro, uma campanha brutal, na minha opinião.
Os cartazes podem ser vistos, em vários sítios, mas eu reparei neles nas estações de comboios.
Este é um assunto particularmente importante para mim, pois a minha avó materna faleceu de Cancro da mama e muitas das minhas amigas têm ou tiveram cancro da mama.
E já sabem:
Ignorar o cancro da mama é ignorar aqueles que ama.
Gi

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

II Encontro Rosa Esperança


II ENCONTRO ROSA ESPERANÇA
19 de Setembro – 10.00h
Nascentes do Alviela – Alcanena
Todos devem trajar de Branco e Rosa!

Rosa Esperança está de volta aos palcos e para iniciar a “rentrée” nada melhor que um grande Encontro. Traga a família e os amigos e junte-se a nós.A levar:
· Família e amigos
· Merenda
· Mesa e cadeiras (quem tiver)
· Boa disposição
O que Fazer:
· Comes e bebes
· Convívio
· Passeio pedestre (facultativo)
· Praia fluvial (facultativo)
· Visita ao Centro de Ciência Viva (facultativo)*
Infra-estruturas no local:
· Praia fluvial
· Parque de merendas
· Parque Infantil
· Campo de jogos
· Centro de Ciência Viva
· Percurso pedestre
· Café-bar com esplanada
· Sanitários
· Estacionamento

Como Chegar:
As nascentes do Alviela (Olhos d´Água) situam-se no concelho de Alcanena, distrito de Santarém.
Pela A1: saída 7 - Torres Novas/Alcanena. Atravessar Alcanena seguindo na direcção de Alcanede. Virar na rotunda onde está indicada a praia fluvial e o CCVA ou Carsoscópio.
Coordenadas GPS:
39°26'37.90"N
8°42'39.65"W

Este evento é aberto a todos aqueles que se identifiquem com esta causa.

Para Divulgar
Gigi

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Muitos Parabéns.....

Estou muito feliz e muito orgulhosa, do meu baby.

Recebeu ontem a última nota e concluiu com sucesso a sua licenciatura.
Não havia melhor notícia, para podermos ir de férias descansados.
Beijocas grandes.
Gigi


terça-feira, 31 de agosto de 2010

O sol quando nasce é para todos....


.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Não sei se foi obra divina ou não, o que sei é que merecidamente foi-me autorizado a antecipar as férias.
Estou sem palavras, e a precisar urgentemente de descansar.
Qualquer coisa, mandem-me um mail.
Beijocas.
Gi


segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Estou de rastos....


Estou de rastos, estou de rastos.
Estou tão cansada que nem sei bem por onde começar. Preciso urgentemente de férias.
Sei o que estão a pensar, que tive 20 meses em casa na boa e que agora devia estar cheia de pica para trabalhar. ERRADO.
Tive 20 meses em casa, mas não foi na boa, foi a fazer tratamentos e a recuperar de uma situação muito complicada. Durante esses 20 meses, a maior actividade que tinha, era sair de casa para ir ao IPO.
Hoje 5 meses depois de começar a trabalhar, com o stress normal do dia-a-dia, com o stress do trabalho, agora que há colegas de férias os que ficam, são naturalmente um pouco sobrecarregados, são as coisas em casa para fazer, estou que nem posso.
A minha tensão arterial aumentou e os meus batimentos cardiacos também, além disso apareceu-me outra vez herpes na boca, ainda há dias me tinha visto livre dele o que confirma que o meu corpo está esgotado e a precisar seriamente de descanso.
As minhas férias, ainda não são para já e portanto não sei como é que vou resolver esta situação.
beijocas
Gigi
Para ajudar à festa, vinha para casa de comboio e adormeci. Resultado, não saí na estação que devia e fui parar mais à frente. Resultado, liguei ao Jota, que já estava preocupado, para me ir buscar. Tá bonito, está.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Medicina Tradicional Chinesa pode ajudar a reduzir efeitos secundários da quimioterapia



A medicina tradicional chinesa pode ajudar a reduzir os efeitos secundários da quimioterapia em doentes com cancro, de acordo com um estudo divulgado na quarta feira.

O estudo, publicado na Science Translational Medicine (do mesmo grupo da revista Science), sugere que o fármaco Huang Qin Tang (da medicina tradicional chinesa), fabricado a partir de flores de Peónias, Escutelária e seiva de árvores, para tratar desordens intestinais, como vómitos e diarreia, pode ajudar os doentes sujeitos a quimioterapia.

Os investigadores Yung-Chi Cheng e Wing Lam, da Faculdade de Medicina de Yale, em conjunto com a farmacêutica PhytoCeutica, criaram um fármaco, que ainda se encontra em fase de testes mas foi testado com sucesso em ratos.

O composto demonstra os efeitos curativos desta mistura de plantas em ratos com cancro sujeitos a quimioterapia.

De acordo com Young-Chi Cheng, o uso de plantas medicinais em conjunto com químicos mais modernos "poderá conduzir ao desenvolvimento dos medicamentos do futuro".

Após alguns dias de tratamento com o fármaco, os investigadores observaram que os danos que os ratos tinham no revestimento intestinal foram sarados.

Os investigadores descobriram que as moléculas de sinalização das células-tronco (conhecidas como Wnts) estavam presentes em níveis mais elevados do que o normal no intestino dos ratos tratados com o fármaco.

Os investigadores concluíram que o fármaco em si não simula a sinalização das Wnts, mas ao misturar-se com uma enzima bacteriana do intestino desencadeou uma reacção que regenera as células danificadas.

A sinalização das células faz parte do processo de actividade celular, que é fundamental para um correto funcionamento do organismo.

Os investigadores descobriram que, além de ajudar a repor as células intestinais, a medicina herbal evitou o movimento de células inflamatórias no intestino e reduziu a sua inflamação.

"A combinação da quimioterapia com as propriedades das plantas é uma simbiose entre as tentativas do Oriente e do Ocidente para tratar o cancro", assinalou Young-Chi Cheng.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Receita para as cãimbras





3 tomates maduros
sumo de meio limão
1 talo de aipo
meio dente de alho.


Colocar tudo no liquidificador, bimby ou num copo para derreter com a varinha mágica, tudo menos o limão com um pouco de agua. No final juntar o sumo de limão e tomar.

Deve beber-se fresco ou gelado (não enjoa tanto), por isso deve estar tudo no frigorífico. assim que se faz deve-se tomar de imediato. Não guardar, pois perde as propriedades.

Ainda não provei, mas a minha tia diz que se sentiu melhor, depois venho cá confirmar se funciona ou não.

beijocas Gigi

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Tudo em BOM


Desculpem, mas só agora consegui passar por aki.


Está tudo 5 estrelas, e só lá volto ao médico daqui a 3 meses e meio, altura em que fará quase 2 anos do meu transplante.


De resto tudo fixe, ontem o meu cunhado fez aninhos, 33, está a ficar podre e agora que já é um homem maduro, vai ser pai. É a notícia mais porreira dos últimos tempos. Só não sei se vou ser tia ou tio, mas estou muito entusiasmada.
Estavamos a precisar de um baby, para animar as coisas.
Beijocas.
Tia Gigi


sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Atenção ao stressssssss

É certo e sabido que o excesso de stress faz mal à saúde, tanbém está provado que quando o stress é demais o sistema imunitário fica enfraquecido e foi isso exactamente que me aconteceu.

Ando com os nervos em franja por causa dos exames. Ontem fiz a mamografia, a eco-mamária a osteodensiometria e a eco à tiróide.

Felizmente está tudo bem, agora faltam as análises e a consulta de rotina.

Mas o stress é tanto e a temperatura das salas dos exames era tão baixa que andava eu meio despida de um lado para o outro para fazer os exames que hoje acordei com a garganta inflamada. Já tomei anti-inflamatórios e parece que já está tudo estabilizado. Mas com o sistema imunitário em baixo, as infecções oportunistas atacam e o que é que me aconteceu????

O herpes, desta vez labial, reapareceu. Odeio infecções oportunistas.

Bem liguei para o IPo e lá estou eu, outra vez a tomar aciclovir. Espero que o herpes não se espalhe por mais zonas do corpo.

Terça-feira tenho consulta, até lá espero já ter melhorado e espero que o meu nível de stress diminua e consequentemente o meu sistema imunitário aumente.

Beijinhos.

Gi.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Ontem foi assim...



.

.

.

.

.

.

Almocinho com as babes, numa esplanada. Almoços durante a semana são sempre super rápidos e que sabem a muito pouco.

Tantas coisas para falar e parece que fica tudo a meio, mas vamos tentar encontrarmo-nos mais uma vez antes dela se ir ambora.

A Lou está optima, como se pode ver na figura anexa.

Beijocas grandes.

Gi