sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Boas Festas - Rosa Esperança


Desejo a todos os visitantes deste blog, um Feliz Natal com muita saúde e na presença daqueles que amam.

Gigi
Cartaz getilmente "cedido" por Rosa Essperança

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

2 Anos - Remissão completa





Celebro, hoje, 2 anos, após transplante de medula, em remissão complecta.
Nem nas Tacs, nem na PET há qualquer vestígio da doença.
Celebro mais 2 anos de vida com muitos projectos realizados e com muitos por realizar.
2 Anos com altos e baixos, mas com um saldo mega positivo.
E com quem mais podería celebrar este dia, sem ser com todos vocês, que me acompanham nesta aventura desde 2007?
Obrigada
Gigi


Antes e depois. De patinho feio a cisne.









segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

E a 4 dias do Natal...



Uma das minhas músicas preferidas de natal e agora que só faltam 4 dias é tempo de arrebitar o espírito da coisa.

Gigi

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Linfoma: fármaco da Seattle Genetics leva à remissão de um terço dos doentes




Um ensaio piloto com um anticorpo oncológico experimental da Seattle Genetics para o tratamento do linfoma de Hodgkin revelou que mais de um terço dos doentes alcançaram a remissão completa da doença, avança a agência Reuters.

A companhia também disse que espera pedir a aprovação do fármaco brentuximab vedotin à FDA (Food & Drug Administration), no primeiro trimestre do próximo ano, para os pacientes com linfoma de Hodgkin ou linfoma anaplásico de grandes células (ALCL), que deixaram de responder a outras terapias.

"O nosso objectivo seria submeter o fármaco, no primeiro trimestre, ter uma revisão acelerada e estar no mercado em 2011," disse o CEO da Seattle Genetics Clay Siegall.

O estudo não comparou o brentuximab vedotin com outro medicamento, mas a taxa de remissão completa entre pacientes com casos semelhantes tende a ser de apenas um dígito, acrescentou.

A empresa está a desenvolver o fármaco com a Takeda Pharmaceutical do Japão, que está a discutir com os reguladores europeus uma possível aprovação no primeiro semestre de 2011.

A Seattle Genetics tinha dito, em Setembro, que 75% dos 102 pacientes do ensaio alcançaram a remissão ou uma diminuição do tumor em pelo menos 50%. O estudo envolveu pacientes que tinham deixado de responder ao tratamento padrão para o cancro linfático.

Os resultados completos – apresentados na reunião anual da Sociedade Americana de Hematologia, em Orlando, na Florida – incluíram algum tipo de redução do tumor em 94%dos pacientes.

Os doentes do estudo responderam ao fármaco durante uma mediana de 29 semanas, de acordo com uma revisão independente. Entre aqueles que atingiram a remissão, a duração mediana da resposta ainda não tinha sido alcançada no acompanhamento médio de cerca de um ano.

A Seattle Genetics disse que os efeitos secundários graves observados no estudo incluíram neutropenia, ou níveis baixos de glóbulos brancos (20% dos pacientes), neuropatia sensorial periférica (8%), baixa contagem de plaquetas (8%) e anemia (6%).

Informação retirada do Portal Oncológico Português, para mais informações clicar aqui http://www.pop.eu.com/news/3707/5/Linfoma-farmaco-da-Seattle-Genetics-leva-a-remissao-de-um-terco-dos-doentes.html.

Gigi

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O Rastro do Jaguar




Estamos no virar do século XIX em Congonhas do Campo. Pereira, um antigo jornalista de origem portuguesa, revisita as suas memórias, que percorrem todo o conturbado período da segunda metade do século. Através do relato da sua viagem, Pereira, que deixara Paris com o seu grande amigo e companheiro Pierre, leva-nos a conhecer o Brasil em guerra com o vizinho Paraguai, no período mais decisivo da sua história. Uma guerra sangrenta que o Brasil trava ao lado da Argentina e do Uruguai e que, para Pereira e Pierre, será o momento decisivo das suas vidas. É também a guerra pelo espaço vital das populações índias que, humilhadas pela acomodação forçada às regras e vivências dos colonos, tentam recuperar a sua Terra Mítica onde o Mal não existe. É ainda a guerra travada por Pierre para se definir a si mesmo: índio, como o seu povo, ou europeu, tal como foi criado? Levado em criança por Auguste de Saint’ Hillaire do Brasil para França, descobre, já adulto, nas feições de dois índios presos, a chave para as suas raízes nunca explicadas. Raízes que vai encontrar nesse cruzamento do Rio da Prata onde brasileiros e paraguaios morrem aos milhares e os índios guarani lutam por uma terra onde possam de novo viver livres e em paz. Da França à Argentina, do Brasil ao Paraguai, do sertão nordestino aos planaltos do Sul do Brasil, Pereira relata-nos de uma forma empolgante e quase cinematográfica as grandes transformações que definiram a América do Sul. Pelo caminho, encontra o amor perfeito e Pierre a pátria a que junto dos seus pode chamar sua.

Baseado em factos verídicos e personagens reais, "O Rastro do Jaguar" é um fresco dos intensos choques culturais e sociais que marcaram o século XIX e a relação dos europeus com as suas antigas colónias agora independentes.

Um livro que no início estava a ser tão giro e depois se tornou uma verdadeira seca. O autor às páginas tantas perde-se totalmente. Não gostei e ainda por cima é pesado.

Gigi

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Inodia



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Olá

Hoje deixo-vos um e-mail que recebi à dias da Inodia e que me pareceu bastante interessante. Ainda não adquiri qualquer produto, visto que neste momento, felizmente não preciso, mas pareceu-me um produto que poderá fazer falta a pessoas que estejam agora a travar a sua luta.

A INODIA, Diagnóstica e Médica, Lda. representa em exclusividade para Portugal a CHRISTINE, empresa Dinamarquesa especializada no desenvolvimento de lenços e chapéus para doentes oncológicos, os quais são desenvolvidos em parceria com Instituto Oncológico Dinamarquês, instituição que apoiam.

Os lenços/chapéus são elaborados com uma enorme preocupação em respeitar a feminilidade da mulher, com o objectivo de apoiar as mulheres a ultrapassar uma fase difícil da sua vida, contribuindo para um aumento da sua auto-estima.
Adicionalmente, na elaboração dos lenços/chapéus são utilizados materiais:
· 100% naturais (algodão, linho, lã e seda);
· Hipoalergénicos:
· Leves e Suaves;
· Permitem a Respiração da Pele;
· Adequados para Peles Sensíveis;
· Extremamente Confortáveis.

A INODIA estabeleceu um protocolo com várias Associações oncológicas, podendo os lenços da Christine serem adquiridos nas referidas Associações:
- Associação Oncológica do Algarve
- AMPM - Associação de Mulheres com Patologia Mamária (Barreiro)
- Amigas do Peito – (Lisboa)
- Movimento Vencer Viver (Núcleo Regional do Sul)

A INODIA estabeleceu ainda um protocolo com a APAMCM – Associação Portuguesa de Apoio à Mulher com Cancro da Mama.

Em alternativa podem ser adquiridos nas nossas instalações (Lisboa) ou enviados à cobrança ao destinatário.

Vimos por este meio, solicitar e agradecer a divulgação no blog Quimio Gigi, pois acreditamos que os produtos Christine poderão ser uma ajuda importante numa fase complicada da vida de uma mulher.


Qualquer coisa é só clicar aqui. http://www.inodia.pt/home.html
Beijiocas
Gigi

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Movimento Partilha no Portal Oncológico Português






.
.
.
.
Pacientes criam movimento de partilha de experiências


A falta de apoio psicológico na área oncológica uniu Manuela Matias e Lígia Veiga, duas doentes oncológicas a quem foi diagnosticado cancro da mama e linfoma, respectivamente. Juntaram-se e criaram o ‘Movimento Partilha’, uma valência do Projecto Luz – Associação Portuguesa de Apoio a Doentes Oncológicos, noticia o Correio da Manhã (CM).


"O tratamento do cancro em Portugal é muito sofisticado. Mas na maioria dos hospitais não há grupos de apoio, psicólogos ou psiquiatras para acompanhar os doentes", lamentam.


Sob o lema "juntos acreditamos porque sozinho é mais difícil", este movimento pretende ser uma "plataforma de encontro" entre uma pessoa em remissão – que está com a doença controlada (padrinho) – e outra que esteja a viver a doença (afilhado). "Não queremos substituir o apoio dos especialistas, mas partilhar pequenas orientações para esclarecer dúvidas e angústias", dizem.


Ajuda gratuita, sem imposições horárias ou barreiras geográficas são as vantagens deste movimento. Com dois meses de vida, a iniciativa conta já com cinco afilhados e dez padrinhos.

http://www.pop.eu.com/news/3659/26/Pacientes-criam-movimento-de-partilha-de-experiencias.html%20

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Movimento Partilha no Correio da Manhã











É já no domingo que será publicada a entrevista que o Movimento Partilha deu ao Correio da Manhã, na passada segunda-feira.

É uma grande oportunidade de dar a conhecer este nova valência que o Projecto Luz está a desenvolver.
A não perder.
Gigi