quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Novo tratamento para o Linfoma?


Nanopartícula mata linfoma à fome e torna quimioterapia dispensável

Cientistas descobriram um método de tratar o linfoma não-Hodgkin através de uma nanopartícula ‘dourada’ que une células cancerígenas, processo que provoca a morte destas, à fome. A quimioterapia torna-se dispensável na cura da variante mais comum da doença.
Os investigadores norte-americanos, da Universidade de Northwestern, em Chicago, criaram um novo método do tratamento do linfoma não-Hodgkin, um tipo de cancro que ataca as células do sistema imunitário.
Esta investigação – que foi publicada na revista ‘Proceedings of the National Academy of Sciences’ – resultou num tratamento que usa uma namopartícula, capaz de se unir às células cancerígenas e matá-las à fome.
A nanopartícula assume uma dupla função, sendo que se ‘disfarça’ de colesterol HDL – o alimento preferido das células que provocam este tipo de linfoma. Aparentando ser uma partícula com a qual a célula cancerígena gosta de se ligar, esta partícula especial não é mais do que um ‘assassino’, já que impede a entrada de colesterol na célula cancerígena, o que acaba por aniquilá-la.
Para ler o artigo completo, clica aqui: http://www.ptjornal.com/2013012213542/geral/saude/nanoparticula-mata-linfoma-a-fome-e-torna-quimioterapia-dispensavel.html?showall=1

4 comentários:

...um certo gaiense disse...

..boa noticia..direi sem exagero..magnifica noticia..
mta saude para vc ligia e jota..
...

Zélia disse...

Boa noticia!
Que chegue depressa a quem dele precisar e com exito!

A Casa da Praia disse...

Hajam boas notícias neste mundo!

Beijinhos

Cíntia Souza disse...

Notícia Maravilhosa!!!!